O que são Trading Systems na bolsa de valores

Por |2018-06-08T07:59:11+00:0016 de outubro de 2013|

Os Trading Systems (TS) são ferramentas para analisar e operar sistematicamente o mercado financeiro.

Suas principais facilidades são eliminar o componente de subjetividade inerente ao processo de análise e eliminar o componente emocional presente no momento de realizar uma operação no mercado financeiro.

trading systems

Tanto a subjetividade e o emocional do investidor são fatores que influenciam negativamente uma operação podendo acarretar em prejuízo. Por esse motivo a utilização de TS pelos investidores é vista como uma alternativa para diminuir o risco de prejuízo.

Análise Técnica e Trading Systems

A grande maioria dos Trading Systems utilizam-se de indicadores de análise técnica na sua formatação.

Os indicadores mais comuns são:

Um exemplo bem simples de TS baseado em médias móveis é entrar na compra de um ativo quando o preço do ativo fechar acima da média móvel de cinco períodos. A posição é mantida enquanto o preço estiver acima dessa média. O raciocínio também vale para posições vendidas, a entrada é realizada quando o preço cair abaixo da média móvel com a manutenção da posição enquanto o preço estiver abaixo da média.

Criação de Trading Systems

A montagem de um TS passa pelas seguintes etapas:

  1. Definição da periodicidade gráfica do ativo
  2. Escolha de quais indicadores técnicos serão utilizados
    1. Parâmetros dos indicadores
  3. Definição das regras para entrada no ativo
    1. Posição comprada
    2. Posição vendida
  4. Definição das regras de saída do ativo
    1. Stop
    2. Preço-alvo
    3. Reversão de posição
  5. Realização do backtest
  6. Análise dos resultados do backtest

A etapa mais crucial no processo de montagem do TS é o backtest. Nessa etapa é testada a eficiência da estratégia definida nas etapas anteriores (1 a 4) utilizando-se os dados históricos do ativo.

Quantos mais dados históricos forem incorporados no backtest mais relevantes se tornam os resultados do teste.

Por exemplo, uma estratégia testada com os dados históricos dos últimos cinco anos tem maior relevância que outra testada apenas com os dados dos últimos doze meses.   A utilização do TS elimina a subjetividade da análise pois as regras que definem o TS são claras e objetivas.

Uma vez definidas elas não podem ser alterados, caso o sejam, o backtest é invalidado juntamente com suas conclusões.

Tipos de Trading Systems

A base conceitual dos TS são os indicadores técnicos e seus parâmetros. Por esse motivo os TS podem ser divididos basicamente em dois tipos: Trading System de Tendência e Trading System de Oscilação.

Os TS de Tendência têm sua base de análise técnica fundamentada em indicadores de análise técnica de tendência, como, por exemplo, Médias Móveis.

Enquanto isso os TS de Oscilação têm sua base fundamentada em indicadores de oscilação como, por exemplo, o Índice de Força Relativa.   Esses dois tipos de TS têm sua validade e funcionam melhor em certas condições de mercado.

Os TS de Tendência funcionam muito bem em momentos em que o preço do ativo está em tendência, mas em contrapartida funcionam mal nos momentos em que o preço está sem tendência. De maneira inversa, os TS de Oscilação funcionam muito bem em momentos em que o preço do ativo está sem tendência e funcionam mal quando o preço está em tendência.

Qual TS utilizar?

Não existe resposta correta. Cada investidor tem sua preferência e deve decidir qual TS é mais apropriado para suas operações. Há investidores que preferem operar tendências enquanto que outros preferem congestões.

O que pode ser dito é que os preços de todos os ativos alternam momentos de tendência com momentos de oscilação sem tendência definida. Isso vale para qualquer periodicidade, seja ela intra-diária, diária, semanal ou mensal. Por esse motivo que é possível construir Trading Systems que sejam lucrativos independentes se eles são de Tendência ou de Oscilação.

Você pode utilizar a plataforma gráfica do Bússola do Investidor agora mesmo para determinar suas estratégias de investimento. E além disso, é possível automatizar um trading system, opção muito útil para quem está ocupado demais para acompanhar gráficos, quem opera sempre com o mesmo trading systems ou para o investidor que se deixa levar pelo emocional e deixa de seguir a própria estratégia.

Veja também