Melhores Investimentos que Rendem Mais que a Inflação

Por |2018-06-08T08:00:35+00:0019 de junho de 2016|

Lendo este artigo você vai aprender sobre alguns dos principais investimentos que rendem mais que a inflação.

Com o IPCA (o principal índice de inflação do Brasil) acumulado em 9,32% ao longo dos últimos 12 meses, ganhar dinheiro fica difícil se não fizermos nada para nos proteger. Quem deixou R$ 100 embaixo do colchão há um ano, hoje vai encontrar só R$ 90, por exemplo.

Pronto para enfrentar o dragão da inflação?

investimentos-rendem-mais-inflacao

Rentabilidade real é o que importa

Um conceito econômico muito importante é o “juros real”. Ele nada mais é do que a taxa de juros descontada a inflação.

No Brasil, por exemplo, a taxa Selic (principal taxa de juros da economia brasileira) está atualmente em 14,25%. Esta é uma taxa nominal por não descontar a inflação. Mas podemos encontrar a taxa de juros real ao descontar a inflação:

Taxa de Juros Real = {[1+ 14,25% (Selic)]  / [ 1 + 9,32% (IPCA)] } – 1 = 4,51%

Se você não entendeu o cálculo acima, leia este artigo sobre juros compostos.

Ou seja: se você investisse na taxa Selic, ao final de 12 meses teria uma aumento de renda real de 4,5%. O restante seria comido pela inflação.

O conceito de juros real ajuda a entender o que realmente importa em um investimento: qual é a verdadeira rentabilidade.

Agora que você já sabe sobre juros reais, está pronto para começar a entender sobre investimentos que sempre conseguem vencer a inflação:

1# NTNB (Tesouro Direto)

Atualmente este é um dos investimentos mais atrativos para a grande maioria dos investidores que deseja garantir uma boa rentabilidade real.

As NTNB são títulos públicos indexados à inflação. Eles pagam uma taxa de juros real pré acordada no momento da compra.

Por serem indexadas a inflação, você pode ficar totalmente despreocupado com os movimentos no IPCA. Seja a inflação alta ou baixa, o seu poder de compra está garantido no futuro. Além disso, você terá também uma boa rentabilidade real.

É interessante reparar no comportamento das taxas na NTNB. Elas são o retrato mais fiel da taxa de juros real do Brasil:

investimentos que rendem-mais que inflacao

Fonte: Tesouro Nacional

Perceba que, independente da inflação, a taxa real do Brasil tem variado entre 4% e 8%. Isso continua sendo um juros extremamente alto quando comparado a outros países.

2# Fundos Imobiliários (FII)

Investir em imóveis também garante seu poder de compra, pois o preço dos imóveis é rapidamente ajustado pela inflação.

investimentos contra inflacao

No entanto, existem outros riscos. Por exemplo, o nível das taxas de juros. Ele faz os imóveis valorizarem quando os juros caem e desvalorizarem quando os juros baixam. Além disso, em geral comprar e manter um imóvel é um investimento alto e custoso.

Uma excelente opção é investir em fundos imobiliários, que são imóveis negociados na bolsa.

Normalmente, estes imóveis estão locados e geram uma renda de aluguel para seus proprietários. Como o aluguel também é reajustado anualmente pela inflação, você fica protegido.

Neste artigo você pode ver uma lista com os principais FIIs negociados na Bovespa.

3# Debêntures Indexadas a Inflação

Outro título que merece ser incluído na lista dos investimentos que rendem mais que a inflação são as debêntures.

Da mesma maneira que você empresta dinheiro ao governo quando compra um título público, comprando uma debênture você está emprestando dinheiro à uma empresa.

É comum que muitas debêntures sejam indexadas à inflação, seja ao IPCA ou à o IGPM. E também que elas paguem uma rentabilidade real muito parecida à NTNB.

Além disso, algumas debêntures são bastante líquidas, podendo ser revendidas facilmente na bolsa de valores. É o caso da RDVT11, uma debênture da Rodovias do Tietê SA que paga IPCA + 8,4% ao ano e é isenta de imposto de renda.

BANNER1_Fale-com-assessor

4# LFT (Tesouro Direto)

Entre todos os investimentos que rendem mais que a inflação, a LFT é sem dúvida a melhor substituta para a (muito ultrapassada) poupança.

Diferente dos investimentos que falei aqui, a LFT é indexada a uma taxa nominal. Ou seja, uma taxa que considera a inflação. Nesse caso é a taxa Selic, que também possui uma parcela de remuneração real. Mas esta varia conforme a taxa de juros.

Se você não quer correr nenhum risco com os movimentos dos juros reais, ou vai precisar contar com o dinheiro nos próximos 12 meses, esta é sem dúvida a melhor alternativa.

Conclusão

Neste artigo você conheceu um pouco mais sobre 4 tipos de investimentos que rendem mais do que a inflação:

  • NTNB (indexada ao IPCA)
  • Fundos Imobiliários
  • Debêntures Indexadas
  • LFT (indexada à Selic)

Ter uma boa parcela de seu dinheiro em investimentos deste tipo é sempre uma boa ideia. Ainda mais quando falamos de Brasil, onde volta e meia o governo esquece que cuidar da inflação baixa é importante.

E você, sabe como proteger seu dinheiro da inflação? Se tiver alguma dúvida, fique à vontade para perguntar nos comentários abaixo.

 

Veja também