Grandes Oportunidades no Tesouro Direto

Por |2018-06-08T08:00:18+00:0014 de janeiro de 2016|

Ninguém gosta de passar por uma crise, e como expliquei aqui e aqui, a crise que o Brasil está passando não é brincadeira.

No entanto, uma crise sempre trás excelentes oportunidades para quem souber aproveita-las. E é exatamente isso o que está acontecendo com alguns títulos públicos vendidos pelo Tesouro Direto, que são indexados à inflação (IPCA).

Entenda porque pode ser um bom momento para investir nestes ativos:

oportunidades no tesouro direto

1# Livre de Risco

Durante uma crise é comum que o preço dos investimentos variem bastante por conta da instabilidade e das incertezas do que pode acontecer.

Por conta disso, pode não ser uma boa ideia colocar dinheiro em investimentos mais arriscados agora, como a bolsa de valores (a menos que você esteja preparado para encarar o sobe e desce).

Como já expliquei neste outro artigo, os Títulos Públicos são os investimentos mais seguros da economia, porque você está emprestando dinheiro para o governo. Eu sei que pode passar pela sua cabeça coisas como: “o governo está com endividamento alto” e “será que vai me dar o calote?”. Só que a resposta é não.

A grande maioria da dívida pública (felizmente) é em moeda nacional, ou seja, em Real e não em dólar. No limite o governo poderia até criar mais dinheiro para poder honrar suas dívidas, mas (felizmente) ainda estamos longe de isso precisar acontecer.

Portanto, se existe algum investimento que podemos chamar de “livre de risco”, estes investimentos são os títulos públicos.

2# Proteção Contra Inflação

Apesar de por agora não haver nenhuma expectativa real de que a inflação vai continuar aumentando, as taxas de inflação estão acima das metas estabelecidas pelo próprio Banco Central e tudo indica que continuarão assim pelos próximos dois anos.

No entanto, com uma inflação prevista em 7% para 2016 e 5% para 2017, temos o sinal de que em 2 anos, seu dinheiro vai valer 12% menos se você não fizer nada para protege-lo.

A vantagem dos títulos públicos indexados a inflação (IPCA) é que você não precisa se preocupar com ela. Independente de quanto seja a inflação, o valor real do seu dinheiro está garantido.

Entenda que quando digo que os títulos são “indexados a inflação”, significa que a taxa de inflação é somada em sua rentabilidade. Ou seja, quanto maior for a inflação, maior será sua rentabilidade (nominal).

3# Altos Rendimentos Reais

Se estar 100% protegido da inflação já é uma excelente ideia, ainda poder receber uma rentabilidade real (acima de inflação) é ótimo!

E atualmente, com os juros altos e incertezas pela frente, as taxas reais oferecidas no Tesouro Direto estão extremamente atrativas, com alguns títulos pagando acima de 7%.

Ou seja, além da inflação você ainda tem 7% de rentabilidade real garantida.

4# Garantia de Longo Prazo

Se estar protegido contra a inflação e ter uma boa rentabilidade real já é ótimo, ter isso garantido pelos próximos 20 anos é excelente.

Alguns títulos possuem vencimento somente em 2024, ou seja, você garante uma boa rentabilidade por vários anos, sem ter que se preocupar em ficar reinvestindo seu dinheiro em outros lugares.

Por esse motivo também que os títulos “Principais” (que não pagam juros semestrais), neste momento são os meus favoritos.

A menos é claro que apareça uma oportunidade atrativa. Lembre-se de que você pode vender seus títulos de volta ao governo quando quiser, uma vez que o Tesouro Nacional garante a recompra dos títulos públicos.

5# Ganhe Com a Queda de Juros

Ainda falta um tempo para isso acontecer, mas é fato que cedo ou tarde a economia vai entrar em outro ciclo de crescimento e de queda nos juros.

E quando isso acontecer, você vai ver que coisa incrível vai acontecer com o valor dos seus Títulos Públicos de longo prazo, que pagam altas taxas de juros: o valor deles vai aumentar consideravelmente.

Isso porque com os juros menores, o valor presente do pagamento que você receberia no vencimento do título, agora é muito maior!

Imagine o seguinte exemplo hipotético:

Título Público Principal (não paga juros semestrais) com vencimento em 10 anos, vai pagar R$ 1.000

Juros atual: 10% 

-> Valor Presente deste Título: R$ 385,54 (vem de 1000/(1+10%)^10)

Passados 2 ano, os juros caíram para 7%:

Novo valor presente deste título: R$ 582

-> Sua rentabilidade total em apenas 2 anos: 51%

Nada mal para um investimento livre de risco, não é mesmo?

banner_getsitecontrol2

Conclusão

Não encare isso como uma recomendação de investimento, apenas estou compartilhando o que tenho percebido no mercado neste momento e que pode haver oportunidades no Tesouro Direto acontecendo agora.

No momento em que escrevo o artigo, esta é a atual situação da tabela de rentabilidades do Tesouro Direto, para ver a versão atualizada no site do tesouro, clique aqui):

(para entender melhor a tabela, preencha o formulário abaixo para fazer receber um PDF explicativo.)

[thrive_leads id=’5546′]

rentabilidade titulos publicos

Veja também