Quem investe na Bolsa de Valores sabe que deve pagar mensalmente os rendimentos para a Receita Federal.

O DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) deve ser pago até o último dia útil do mês posterior ao mês em que o lucro foi obtido e, quem não ficar atento terá que calcular o imposto de renda atrasado. Mas como fazer isso? 

Quem deve pagar? 

A alíquota cobrada na Bolsa de Valores é de 15% para operações de mais de um dia e 20% sobre os lucros de operações de apenas um dia (day trade), incidida sobre lucros líquidos. O imposto não inclui taxas de corretagem e outros tipos de taxas. 

Mas engana-se quem pensa que todos os acionistas devem pagar o imposto. Venda de ações em até R$20.000 garante isenção. Mas se a venda foi de R$ 20.001, o imposto já está incidindo sobre os rendimentos. 

É importante ressaltar que a isenção acontece apenas sobre ações normais (ou swing trade) e o day trader deverá pagar o imposto independente do montante vendido

 

Por que calcular o imposto de renda mensalmente? 

Pelas regras da Receita Federal, todo investidor deve entregar anualmente sua declaração de imposto de renda. É comum que algumas pessoas não calculem mensalmente e acabam tendo que pagar o imposto de renda atrasado. Na hora de se acertar com a Receita Federal, se veem envoltos à multas e juros que colocam em risco todos os lucros obtidos com a venda de ações. A multa para atraso é de 0,33% por dia, limitado a 20%, e os juros representam a soma da taxa Selic desde a do mês seguinte ao do vencimento do imposto até a do mês anterior ao do pagamento, acrescentando-se a esta soma 1% referente ao mês de pagamento. 

Além disso, graças ao Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) vinculado ao CPF a Receita consegue saber quanto e quando foi negociado, podendo aplicar a multa de ofício para quem não quitou suas obrigações. A multa pode chegar até 75% do valor do débito. 

Outro motivo para calcular o imposto de renda mensalmente é descobrir se estará isento ou não. É possível também compensar prejuízos. A Receita Federal não cobra imposto de renda em meses em que o investidor obteve prejuízo, e é possível utilizá-los para abater lucros que seriam tributados. Para entender melhor como esse processo é feito, leia este artigo.

Calcular mensalmente o imposto de renda é também uma ótima maneira de controlar melhor os custos de corretagem e taxas, além de entender com mais facilidade o preço médio das ações compradas e o lucro obtido em determinada venda. 

Como calcular o imposto de renda em atraso? 

Agora que já ficou clara a importância de se pagar o imposto de renda mensalmente, é interessante aprender a calcular o imposto de renda atrasado e não cair mais em multas e juros. 

Para calcular, deve-se somar o imposto aplicado sobre a venda de ações com a multa de 0,33% por dia. Os juros também devem ser adicionados (a soma da taxa Selic correspondente ao período em atraso). 

Para facilitar a vida do acionista, o Bússola do Investidor desenvolveu uma calculadora de imposto de renda atrasado. É só preencher os dados que ela calcula tudo automaticamente.