O mercado de investimentos apresenta oportunidades para todos os tipos de investidores. Os mini contratos são uma ótima forma para os investidores com capital pequeno operarem alavancados no mercado futuro. Assim, estes podem apostar na baixa ou na alta de moedas, índices ou juros.

Através dos mini contratos, é possível investir pouco dinheiro e obter um bom lucro após algum tempo. Estes contratos possuem uma característica peculiar: são concretizados apenas no futuro. É uma operação que está se tornando rotineira nos investimentos de vários acionistas.

Este artigo te mostrará, através de etapas, como operar com mini contratos e o que é esse termo super empregado no mercado futuro! Confira abaixo!

O que são mini contratos?

Os mini contratos são acordos de compra e venda de produtos que são negociados na B3 – antiga Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) – e concretizados no futuro. Portanto, esta é uma transação do mercado futuro. Através deste acordo, é decidido quem irá vender ou comprar em uma certa data por um valor outrora definido.

Através de um mini contrato é possível investir em:

  • índices, como o Ibovespa;
  • euro;
  • dólar;
  • soja;
  • petróleo;
  • ouro;
  • etanol.

Apenas com contratos futuros, como é o caso dos mini contratos, é permitido investir em commodities. Commodities são mercadorias, como o etanol, soja e ouro, produzidas em larga escala e comercializadas mundialmente.

Ok, agora que você já sabe o que são os mini contratos, veremos para que eles servem.

Qual a importância dos mini contratos?

Iremos te explicar de uma maneira bem simples.

A negociação por meio dos mini contratos surgiu antes do aparecimento do mercado de ações. Esta operação tinha como objetivos atenuar os riscos do setor agrícola, uma vez que, aplicando os contratos futuros, os produtores poderiam vender sua produção antes da época de colheita. Com isso, era garantido um melhor preço de mercado, dando para pagar todas as despesas e, inclusive, gerando lucro.

Esse procedimento é denominado de hedge (no português, cobertura). Isto nada mais é do que uma proteção das operações financeiras contra o risco de grandes variações de preço de um ativo. Assim, com hedge, é possível reduzir ou eliminar todo o risco proveniente da variação dos preços indesejados.

A cobertura também serve para fixar o preço de um ativo, passivo, taxa de juros, taxa de câmbio, insumo/commodity ou uma determinada dívida em um período.

Agora que você já entendeu o que são os mini contratos e para que eles servem, vamos ao que realmente lhe interessa!

Etapas para você operar um mini contrato na Bolsa de Valores

Operar um mini contrato na Bolsa de Valores é uma tarefa bem simples. O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora de valores de confiança. Na criação de sua conta, é só inserir seus dados pessoais para obter um login e senha.

Posteriormente, transfira o valor desejado da sua conta bancária para a conta da corretora escolhida. Quando o seu dinheiro estiver na conta, é só escolher a opção Home Broker da corretora escolhida e verificar quais os mini contratos estão disponíveis para serem negociados. Assim, é só digitar a sigla do investimento que você quer fazer e, posteriormente, fazer uma análise das suas pontuações e preços.

Por fim, faça uma oferta de compra e espere até que o preço seja atingido. Pronto, tudo feito. Agora você só precisa acompanhar as cotações e fazer a venda quando achar conveniente.

As margens

A margem para se investir no dólar é em torno de R$ 5.000,00. Entretanto, para se investir em índices, é aproximadamente R$ 2.500,00.

Assim, o ideal é observar que não pode fazer o aporte de um valor como margem no qual você não está disposto a perder.

A negociação

As negociações ocorrem na B3. Este ambiente é super seguro e você pode acessá-lo no Home Broker da corretora de sua escolha.

A tributação

O imposto de renda reflete sobre os ganhos do mercado futuro. No caso das operações de Day Trade, temos uma alíquota de 20%. Já para outras operações a mesma é de 15%. Tal tributo deve ser pago por quem está investindo até o último dia útil do mês subsequente ao período que ocorreu a apuração.

Sobre o prazo de vencimento do mini dólar e dos mini contratos

O vencimento do Ibovespa ocorre nos meses pares, sendo na quarta-feira mais próxima do dia 15. No caso do dólar, a liquidação acontece durante todos os meses.

Após o vencimento do contrato, todas as posições que estavam em aberto após o último ajuste são liquidadas pela Bolsa de Valores. Assim, todos terão o seu dinheiro de volta, mesmo com lucro ou com prejuízo.

Viu como é simples operar com mini contratos?

O próximo passo é saber investir da melhor maneira. Nós, do Bússola do Investidor, te ajudaremos.

A melhor escolha que todo investidor deve fazer

Neste artigo, você pôde perceber como é fácil e simples investir e operar com mini contratos. Até com um baixo investimento é possível obter um bom lucro no mercado futuro.

Os mini contratos são contratos futuros. Com eles, é possível atenuar riscos, através do procedimento de hedge. Assim, as operações são protegidas e os riscos de grandes variações no preço de um ativo são diminuídos.

 

Agora é a hora de investir da maneira correta! Você deseja ter mais ganhos com os seus investimentos na Bolsa de Valores?

Com a plataforma da Bússola do Investidor, você pode monitorar a sua carteira de ativos e investimentos em tempo real. Além disso, é possível calcular prejuízos anteriores e o Imposto de Renda em ações a pagar. Você poderá acompanhar os principais indicadores gráficos e fundamentalistas de todas as empresas listadas na B3.

Como você pode ter tudo isso? É fácil! É só acessar o nosso site e conhecer todos os planos que disponibilizamos para você.