Débora Duarte e Bernardo Pascowitch, do Yubb

Já pensou em ter uma velhice tranquila, com dinheiro no bolso e tranquilidade para viver o que quiser? Pode parecer um sonho distante, mas é possível. Se você tiver organização financeira ao longo de toda a vida, vai ter uma aposentadoria dos sonhos.

Mas, para isso, é preciso investir. Só economizar, acumular e poupar não é o suficiente. Para atingir os seus objetivos, é necessário escolher os melhores investimentos que façam seu patrimônio aumentar ao longo dos anos.

Em relação ao período, os investimentos podem ser divididos entre curto, médio e longo prazo. Normalmente, o brasileiro possui um perfil muito imediatista e busca resultados para curto e médio prazo. Nesse cenário, o longo prazo fica esquecido e é por esse motivo que muitos idosos acabam dependendo apenas da renda pública.

Para conseguir fazer o seu “colchão” para aposentadoria, não basta apenas investir “o que sobra no final do mês”. É necessário fazer um planejamento pessoal em que são estabelecidas metas e conquistas. Ou seja, o primeiro passo é definir algumas questões:

  • Qual percentual da sua renda mensal pode ser destinado à aposentadoria?
  • Com quantos anos você deseja se aposentar?
  • Quantos anos faltam para essa data chegar?
  • Qual será o seu custo de vida quando se aposentar?
  • Qual é a renda mensal que você deseja “retirar” quando se aposentar?

 

Em todas essas perguntas, não esqueça de manter o pé no chão. Tenha projeções que condizem com a realidade para não ter surpresas e dores de cabeça no futuro. Em “Qual será o seu custo de vida quando se aposentar?”, não esqueça que você será bem mais velho e pode ter mais gastos com saúde, por exemplo.

Com esses valores em mãos, é muito mais fácil criar um “plano de ação” para os próximos anos. A partir disso, basta manter a disciplina mensalmente para economizar a quantia definida e investir na melhor aplicação para você.

Quer saber quais são os investimentos mais indicados para se aposentar com tranquilidade? O Yubb, seu buscador de investimentos online e gratuito, está aqui para te mostrar isso 😉

  1. Tesouro Direto

O Tesouro Direto o é o programa de investimentos do Tesouro Nacional. Como o objetivo do programa é fomentar educação financeira, muitos títulos possuem um prazo de vencimento bem longo – já que isso “obriga” o investidor a pensar no longo prazo.

Dá para encontrar boas opções com prazo final de 20, 30 e até 40 anos e são investimentos muito seguros, já que contam com a garantia do próprio governo federal – a entidade mais poderosa do país.

O Tesouro IPCA, por exemplo, é um título indexado ao índice oficial de inflação do país e isso pode ser uma ótima oportunidade para manter o seu dinheiro sempre acima da inflação. Como os prazos são longos, os juros compostos “trabalham” a seu favor e o rendimento pode ser bem alto no final.

  1. Fundos de investimento

Os fundos de investimento não são diretamente um produto. São um serviço em que o investidor (cotista) aplica seu dinheiro e o gestor do fundo “cuida” de todo aquele valor de acordo com a sua política de atuação.

Como o dinheiro não está sendo gerido pelo investidor, esse tipo de aplicação pode ser uma boa opção para quem prefere deixar seus investimentos na mão de um especialista. Para o longo prazo, o gestor tem mais tempo de conseguir um melhor desempenho.

Para a aposentadoria, foque em fundos imobiliários e fundos de ações, já que são mais arriscados e trazem um bom resultado a longo prazo. Se está com medo do risco, diversifique: coloque uma parte do patrimônio em renda fixa (Tesouro Direto, por exemplo) e o resto em fundos de investimento.

  1. Previdência privada

Quando a pessoa não quer depender apenas da aposentadoria pública (INSS), normalmente o caminho mais comum é buscar uma previdência privada, investir mensalmente e apenas aguardar o retorno no futuro. Mas não é bem assim!

Neste post, achamos importante te mostrar quais são os outros investimentos que existem e que podem render até mais do que uma previdência privada. No entanto, não podíamos deixar essa opção de fora, né?

Se você optar por investir em uma previdência privada, tenha certeza do que está contratando. Veja se quantia que você vai receber no futuro está dentro do seu planejamento e, principalmente, fique atento com as taxas cobradas. Algumas instituições cobram taxas abusivas que não valem a pena.

 

Gostou de saber quais são os melhores investimentos para aposentadoria? Se tiver qualquer dúvida ou comentário, deixe aqui embaixo!

Débora Duarte

Débora é produtora de conteúdo no Yubb e formada em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Bernardo Pascowitch

Bernardo é fundador e CEO do Yubb, buscador de investimentos totalmente gratuito para qualquer pessoa encontrar opções para aplicar melhor seu dinheiro. Bernardo é formado em direito pela Universidade de São Paulo (USP).

Veja também