Aplicações como o aluguel de ações e operações do mercado de opções, apesar de desconhecidas pelo público geral, podem gerar bons ganhos para o investidor. Entretanto, por ser mais complexo e ter um maior grau de imprevisibilidade, sobretudo no curto prazo, é preciso ter um bom entendimento sobre o mercado de opções antes de investir nesse meio. 

O que é o mercado de opções? 

No mercado de opções é que se negociam os instrumentos financeiros conhecidos popularmente como opções. 

 

Em uma operação de opções, sempre há duas partes: um titular e um lançador. 

 

O titular é quem tem o direito, conferido pela opção, a comprar ou vender um ativo financeiro por determinado preço.

 

Por outro lado, o lançador é o que tem o dever de concluir a transação de compra ou venda no prazo estipulado na negociação. 

 

As negociações no mercado de opções podem ser feitas com diversos ativos financeiros, como:

 

 

Para uma possível compreensão do mercado de opções, primeiramente, é necessário compreender mais a fundo o que são as opções.

O que são as opções?

As opções de ações, por exemplo, consistem no direito de compra ou venda de um ativo-objeto, neste caso uma ação, em uma data pré-estabelecida e um preço também pré-definido. 

 

Portanto, as opções de ações, assim como de qualquer outro ativo financeiro, é um contrato estabelecido que o investidor toma a partir das suas expectativas de valorização ou desvalorização do ativo negociado. 

 

Existem dois principais tipos de opções no mercado: a opção de compra e a opção de venda. 

 

Opção de compra

O contrato de opção de compra normalmente é feito quando o investidor acredita que há uma maior possibilidade de valorização do ativo em questão. 

 

Ao adquirir a opção de compra, o investidor possui o direito de compra de determinado ativo a um preço e prazo estabelecido no contrato.

 

É importante notar que o direito é adquirido, mas não a obrigação. Portanto, chegada à data estabelecida no contrato, caso as expectativas do investidor não se realizem, ele não é obrigado adquirir o ativo.

Opção de venda

Em contrapartida, o contrato de opção de venda é realizado quando o investidor acredita em uma desvalorização do ativo negociado baseando-se na volatilidade da série temporal, assim como em fundamentos do ativo. 

 

Assim como no contrato de compra, na opção de venda o investidor adquire o direito de venda de determinado ativo em prazo e preço pré-estabelecidos.

 

Se no prazo definido as expectativas do investidor não se realizarem, ele pode renunciar à sua opção de venda a fim de não assumir um maior prejuízo. 

Como funciona o investimento no mercado de opções?

Para quem não está acostumado com derivativos, como o mercado de opções, futuros e os swaps, a lógica de adquirir o direito de compra ou venda de um ativo pode não fazer muito sentido. 

 

Logo, para melhor compreensão de como funciona o mercado de opções e dos possíveis ganhos com essas operações, é interessante analisar um exemplo. 

 

Um mercado de simples compreensão e que pode ser utilizado analogamente como o mercado de opções é o setor imobiliário. 

 

Por isso, imagine que Pedro deseja comprar um apartamento que hoje está avaliado em R$300 mil e, para Pedro, este seja um bom preço. 

 

Por motivos de crença em uma valorização futura ou por necessidade de mais tempo para analisar outras opções no mercado, Pedro pode desejar adquirir o direito de compra daquele apartamento no seu preço atual. 

 

Assim, em um contrato fechado com o proprietário, Pedro adquiri o direito de compra do imóvel com um prazo de 3 meses, sobre o valor de uma caução de R$10 mil. 

 

Se nesse período o imóvel se valorizar e chegue a custar R$550 mil e/ou Pedro deseje adquiri-lo após analisar outras opções de apartamento, ele poderá adquirir o ativo ao preço combinado caso ainda esteja no prazo. 

 

Se essa operação for feita com fins de lucratividade, podemos dizer que foi um sucesso, já que financeiramente essa operação é vantajosa. Pedro irá adquirir um imóvel de R$550 mil por um preço inferior. 

Como investir no mercado de opções?

Investir no mercado de opções é mais fácil do que parece, principalmente para investidores com mais experiência no mercado financeiro. 

 

Para isso, é possível realizar as operações de compra ou venda até mesmo através do home broker da corretora de investimentos utilizadas.

 

Os códigos utilizados são similares aos tickers do mercado à vista. No entanto, existe a adição de uma letra para representar o mês do vencimento do contrato e para sinalizar se a operação é de compra ou venda, além de um número que representa o valor contratado. 

 

Por exemplo, PETRB25 representaria uma opção de compra da Petrobras, com vencimento no mês de fevereiro e com preço-strike de R$25,00. 

O mercado de opções é arriscado?

As duas grandes principais razões para se investir no mercado de opção são: hedge (proteção da carteira) ou especulação. 

 

Primeiramente, para efetuar um hedge é preciso, minimamente, de muita experiência e conhecimento analítico do mercado financeiro. 

 

Portanto, é preciso que o investidor saiba em quais ativos investir no mercado de opções, de forma a reduzir as chances de perdas ou até potencializar ganhos na sua carteira de investimento. 

 

Para isso, é extremamente necessário conhecer os indicadores do mercado financeiro, entender como analisá-los, além de acompanhar índices futuros, como é o caso do Ibovespa futuro, tão importante para investidores de opções. 

 

Por outro lado, ao falarmos em especulação no mercado de opções, é preciso de cuidado redobrado. 

 

No mercado à vista, a especulação em ações ou na renda variável já é muito arriscada, dado o alto grau de volatilidade e imprevisibilidade dos ativos de curto prazo. 

 

Muitos investidores, tentados pelo alto potencial de ganho nos mercados de opções, buscam a especulação nesse tipo de operação, que pode ser considerada ainda mais arriscada que a especulação na renda variável. 

 

Portanto, para investidores no início de sua jornada, assim como para aqueles que não possuem um alto nível de estudo do mercado financeiro, o mercado de opções não é indicado. 

Vantagens do mercado de opções

Para sintetizar o conhecimento sobre o mercado de opções é importante analisar as vantagens e desvantagens desse investimento. 

 

Entre as principais vantagens do investimento em opções, estão:

 

  • Sempre existem boas opções;
  • Possibilidade de altos ganhos. 

Sempre existem boas opções

Independente do contexto de mercado, se há uma tendência de alta ou de baixa, vão existir boas possibilidades para o investidor. 

 

Isso porque há opções de vendas, possibilitando ganhos com baixa no mercado, e opções de compra, para ganhos em cenários de alta. 

Possibilidade de altos ganhos

É possível obter ganhos até no curto prazo sem uma alta exposição do capital investido.

 

Afinal, caso a opção contratada pelo investidor, ao fim do prazo, não seja tão atraente, ele pode optar por não realizar a compra ou venda. 

 

Portanto, se bem feito, as possibilidades de ganhos são muito atraentes comparadas as pequenas prováveis perdas. 

Desvantagens do mercado de opções

Por outro lado, também é preciso ter ciência das desvantagens do investimento no mercado de opções. 

Alto grau especulativo

Muitos investidores buscam ganhos de curto prazo no mercado de opções, o que pode ser perigoso por conta da alta volatilidade e grau especulativo desse mercado.

 

As informações disponíveis normalmente não são suficientes para garantir que a operação será bem-sucedida. 

 

Alguns investidores, com informações privilegiadas, utilizam do insider trading para lucrar ainda mais nesse mercado. 

 

No entanto, essa prática não é permitida, já que não são informações de domínio público. As consequências disso podem ser muito graves para o investidor. 

Chance de grande prejuízo para o lançador

O lançador é quem está mais exposto nessa situação, já que possui obrigatoriedades nessa operação.

 

Portanto, em casos que suas especulações não se cumpram, o lançador deverá arcar com os prejuízos, não podendo renunciar às opções contratadas. 

 

Por isso, antes de investir no mercado de opções, é preciso estudar muito a fundo sobre esse mercado e os demais mercados financeiros, além de possuir uma boa experiência prévia como investir. 

 

Gostou do nosso artigo? Siga-nos em nosso Instagram e ative as notificações para saber as novidades do mercado financeiro, nossas lives e futuras surpresas que estão por vir! Clique aqui!