Guerra declarada ao suporte – Análise Semanal

Por |2018-06-08T07:59:23+00:0031 de janeiro de 2014|

O Índice Bovespa continua firme na tendência de baixa e passou a semana basicamente em guerra com o suporte em 47.200 pontos, tocando-o por diversas vezes e precisando ainda de um fechamento abaixo dele para que mais vendas apareçam em busca dos 44.100 pontos.

O volume financeiro continua decepcionando, mas a tendência é bem clara e com sua ajuda fizemos uma verdadeira chuva de vendas nas últimas semanas.

grafico ibovespa

Por conta da recuperação intradiária de hoje até pode sugerir novamente repiques até os 48.500 pontos, mas ainda sem tendência de alta e precisando de muita coisa para pensar em engrossar o coro das vendas. O Adx também ajuda a tendência de baixa, ajudando a acelerar as quedas de curto prazo, que também contam com bonita ajuda do seu Adx.

O Índice Dow Jones continua muito tranquilo na tendência de alta de longo prazo mas passando um verdadeiro sufoco no curto, devido à proximidade do suporte em 15.700 pontos, cujo rompimento liberaria um pouquinho mais de espaço para cair até os 15.400 pontos, mas ainda impactando apenas o curto prazo. Acima dos 15.945 pontos volta a tranquilizar os comprados de curto prazo, mas o ideal mesmo para animar fortes compras seria a recomposição dos fundos ascendentes.

É realmente muito possível que depois de tantas quedas e toques no suporte em 47.200 pontos algum repique mais forte apareça, por isso, para quem gosta dessas operações, vale ficar de olho em BRML3 e CCRO3. No campo negativo, podemos olhar tanto ações que já caíram fortes como DIRR3 ou ações que estão começando a azedar agora, como BBSE3.

Para os tarados por compras, já antecipo que eu fico um pouco desconfortável com a maioria delas, por isso, para quem for insistir vale a pena ficar de olho no tamanho do lote e no momento de saída, garantindo que a operação seja pequena e rápida. A BRML3 estava vendida em nosso relatório até hoje cedo, quando atingiu o objetivo de queda e logo depois deixou um belo sinal de fundo. Acima dos R$ 15,33 ela volta a se animar pelo menos em busca dos R$ 15,56 ou, num cenário mais otimista, nos R$ 16,44.  O stop acaba sendo curto, como a mínima de hoje em R$ 14,89 e tenha em mente que a operação não deve demorar muitos dias.

A CCRO3 tem uma configuração mais ou menos parecida. Apesar de uma clara tendência de baixa de curto e médio prazos, seus indicadores sobrevendidos e a proximidade dos suportes lhe dá espaço para um repique, e quem gosta deste tipo de operação pode aproveitar. A formação de candles deixada é chamada de piercing line e acima dos R$ 15,67 pode iniciar um curto e rápido repique até os R$ 15,96 com stop em R$ 15,32. É claro que a operação é contra a tendência, mais indicada apenas para aqueles mais experientes e que já pensavam em compras de curto prazo devido às últimas quedas. 

Bom final de semana a todos e até a próxima!!

Veja também