Gráficos com Análise Técnica Grátis!  Agora o Bússola do Investidor tem gráficos Interativos com Cotações em Tempo Real.   Acesse já!

X
   Adicionar aos favoritos       RSS                            Novo por aqui? Cadastre-se ou faça seu login. 
 
Cadastre-se   |  Faça seu login   |  Planos
ESPECIAIS

Nuvem Negra (Dark Cloud Cover): alerta para reversões de queda


Por Victor Pereira em quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 - 14:01
Envie por email  Imprima  RSS Feed RSS
A Nuvem Negra, também muito conhecida pelo termo em inglês Dark Cloud Cover, é um padrão de candlestick que, como outros (Estrela da Manhã, Piercing Line, Martelo Invertido, etc.), denota uma possível reversão de um padrão de tendência. No caso da Nuvem Negra a sinalização do padrão é de uma quebra com uma tendência de alta, sugerindo-se que os preços poderão passar a cair no curto-médio prazo.
  Como outros formatos de candlestick, essa ferramenta é muito utilizada em sintonia com recursos da Análise Técnica Clássica, para acompanhar e antever variações nos preços de ativos financeiros, como ações, opções, índices etc.   A lógica de formações de candles na Nuvem Negra segue em muito a sequência de formações da Linha de Perfuração. Entretanto, enquanto que esta aponta para uma subida nos preços, a Nuvem Negra indica uma tendência de queda. Podemos dizer que ela é uma Linha de Perfuração invertida.   Para o reconhecimento da Dark Cloud Cover são necessárias quatro indicações básicas:  
  • Os preços devem estar previamente numa tendência de alta;
  • Deve haver um candle de alta de corpo longo no primeiro dia da formação do padrão;
  • Seguindo este candle deve haver um gap na abertura do segundo dia, com o preço abrindo acima do fechamento do primeiro; e
  • O candle formado no segundo dia deve ser de queda e deve “invadir” o corpo do primeiro candle de alta, preferencialmente fechando abaixo da metade dele.
Abaixo se ilustra a figura representativa desta formatação.     Como vemos, a Nuvem Negra se configura quebrando o padrão de tendência de alta e indicando uma reversão para baixo. A sinalização vem do fato de mesmo no segundo dia o mercado ter aberto em alta (acima do preço de fechamento do dia anterior) alguma força vendedora poderosa pressiona os preços para baixo.   Esse fenômeno pode estar relacionado a inúmeros acontecimentos no mercado ou na situação da empresa a qual o ativo financeiro representa. Pode ter saído uma notícia ruim para o setor de atuação dela, podem ter saído péssimos resultados financeiros em seus demonstrativos contábeis, pode ser só uma aversão ao risco por parte de investidores, pode ser uma consolidação de ganhos etc.   O fato é que o padrão de candle Nuvem Negra aponta claramente para um futuro pessimista em relação aos preços, ao menos no curto prazo. Assim, é bom ficar atento para desfazer sua posição e garantir ganhos ou evitar perdas maiores.   Algumas formatações e indicadores potencializam a força do padrão. Quanto maior o gap na abertura do segundo dia, ou seja, quanto maior for o preço de abertura do primeiro dia em relação ao preço de fechamento do segundo, mais consistente e poderoso será o sinal de reversão da Nuvem Negra. Também, quanto maior a invasão no corpo do primeiro candle, de alta, maior o poder de previsão. Se a invasão no segundo dia não passar a linha média do primeiro candle é sugerido esperar o terceiro dia para confirmar a tendência de baixa.   Além disso, o aumento do volume no segundo dia, também aumenta o poder da Nuvem Negra. Ou seja, isso confirma que, de fato, houve um grande número de transações de venda do ativo, o que pressionará os preços para baixo.   Vamos aos exemplos. Abaixo vemos o gráfico da MMX (MMXM3), no qual vemos claramente a formação de uma Nuvem Negra clássica que reverte a tendência para o campo negativo. Atenta-se para o aumento do volume no segundo dia, confirmando e validando a Nuvem Negra.     Já no exemplo abaixo (VALE5), vemos uma formatação não tão evidente da Nuvem Negra, sem aumento do volume e sem ter invasão em mais de 50% do candle de alta do primeiro dia. Não obstante, as seguintes quedas confirmam a ruptura com a tendência prévia de alta, alertando o investidor a desmontar sua posição.


Este relatório ou artigo não representa necessariamente a opinião do site, tem como único propósito fornecer informações e no constitui ou deve ser interpretado como uma oferta ou solicitação de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro. O Bússola do Investidor nem o autor do artigo no declaram ou garantem, de forma expressa ou implícita, a integridade, confiabilidade ou exatidão de tais informações. Este artigo se baseia em informações públicas sobre cujas veracidade e qualidade não temos responsabilidade.
 

Mais Lidas
Enquete
 
  
Mercados  |  Empresas  |  Corretoras  |  Calculadora de IR  |  Fórum  |  Central de Ajuda  |  Contato
Siga-nos:     


Copyright © 2007- 2017 Bússola do Investidor.
Ao utilizar o site, você concorda com os Termos de Uso .
Cotações Bovespa com 15 minutos de atraso. Clique aqui para ver cotações em tempo real em todo o site.
Todas as opiniões aqui exibidas são de responsabilidade de seus próprios autores e poderão ser retiradas a qualquer momento sem aviso prévio.
Apesar de todo o cuidado na coleta dos dados apresentados, não nos responsabilizamos pela exatidão das informações contidas neste site.