Cenário Econômico – Bússola do Investidor entrevista João Sandrini, CFP®

Por |2018-06-08T07:59:58+00:0020 de maio de 2015|

O ano de 2015 traz vários desafios para quem investe, seja em bolsa ou renda fixa. Questões governamentais e tributárias estão afetando diretamente os investimentos brasileiros. E a inflação e taxa de juros não seguem um rumo tão certo mais. Para ajudar vocês a entenderem melhor o momento em que estamos vivendo e como ele influencia seus investimentos fizemos um bate-bola com o João Sandrini, CFP®, Editor-chefe do InfoMoney, que você pode conferir abaixo:

João Sandrini

João, você poderia começar falando um pouco sobre você, sua experiência e seu papel na InfoMoney hoje?

Sou jornalista formado pela USP e trabalho há 15 anos em redações de grandes veículos jornalísticos cobrindo o mercado financeiro. Fui editor da seção de Mercados do site da Folha e editor de Exame.com antes de virar o editor-chefe do InfoMoney, onde sou responsável por todo o conteúdo publicado no site e na revista. Desde que cheguei ao InfoMoney há três anos, a audiência do site saltou de 600.000 para mais de 7 milhões de usuários únicos por mês. Direcionei minha carreira para a área de investimentos e estou concluindo meu segundo MBA em finanças – ambos pela FIA. Já tirei os certificados CPA-20, Ancord e CFP® (certified financial planner) e agora estou estudando para a prova do CNPI.

No Brasil temos uma cultura de investimento em poupança. Isto é saudável para o povo brasileiro? Por quê?

Não. A poupança é um dos piores investimentos do mercado brasileiro. Só deveria servir para quem tem muito pouco dinheiro porque é simples e fácil de entender. Mas para quem tem R$ 10.000 ou mais, por exemplo, já vai fazer uma boa diferença escolher outros produtos financeiros. A poupança deve render neste ano um pouco menos de 8%, o que é inferior à inflação prevista para 2015. Com produtos tão seguros quanto a poupança, as pessoas poderiam obter um retorno de 14% ao ano ou até um pouco mais. Investir na poupança é jogar dinheiro no lixo.

Como você descreveria o cenário econômico atual que o país está passando?

Parece ser um cenário de transição. Em 2015, estamos pagando toda a conta pelos erros cometidos nos últimos anos. Mas acredito que a partir do quarto trimestre, depois que as principais medidas de ajuste já tenham sido implementadas, a economia tenha condições de voltar a crescer. Aí as coisas poderão melhorar gradualmente.

Neste cenário, quais tipos de investimento o Brasileiro poderia buscar para investir melhor?

A maior parte do dinheiro dos brasileiros deveria ficar em renda fixa, independente do apetite ao risco ou objetivos do investidor. É possível ganhar cerca de 14% ao ano com risco muito baixo. Quem tiver um pouco mais de tolerância a risco pode chegar a até 17% com algumas aplicações de renda fixa. Se você quiser correr o risco de Bolsa, terá de ganhar um prêmio por isso. Então a Bolsa começa a ficar interessante se você conseguir ganhar 20% ao ano ou mais. E quem garante que será possível ganhar mais de 20% com ações no atual cenário?

Investir em bolsa, neste cenário, é uma boa opção?

Acredito que investidores que gostam de aplicações de maior risco deveriam pensar com carinho em investimentos atrelados ao dólar. Na Bolsa tem ações de empresas exportadoras que se beneficiam desse cenário. É possível comprar pelo home broker ETFs que seguem o desempenho do S&P 500, o principal índice de ações americano. Há diversas outras aplicações que se valorizam com a alta do dólar. Para a parcela do dinheiro que aplico em ativos de risco, prefiro esse tipo de investimento.

E para quem já investe em bolsa: alguma sugestão do que fazer no cenário econômico atual?

Além das exportadoras ou ativos internacionais, escolho empresas resilientes e que conseguem elevar o lucro em qualquer cenário. Na Bovespa, tem entre 10 e 20 grandes empresas que já provaram possuir essas características. Prefira essas ações a outros papéis de alto risco. Seja defensivo porque tão importante quanto ganhar é não perder.

Para quem quiser mais sobre como investir melhor, o João Sandrini fez uma palestra online e gratuita (assista a gravação clicando aqui):

Palestra João Sandrini

 

Veja também