Gráficos com Análise Técnica Grátis!  Agora o Bússola do Investidor tem gráficos Interativos com Cotações em Tempo Real.   Acesse já!

   Adicionar aos favoritos      RSS                           Novo por aqui? Cadastre-se ou faça seu login. 
 
Cadastre-se | Faça seu login | Planos
ARTIGOS

Novo gerente-geral da YPF prevê que empresa será mais competitiva e profissional


Por Último Instante em segunda-feira, 7 de maio de 2012 - 10:30
Envie por email  Imprima  RSS Feed RSS

7 de maio de 2012 – Nomeado gerente-geral da petrolífera YPF, expropriada recentemente pelo governo da Argentina, o engenheiro da área petroquímica Miguel Galuccio, de 44 anos, disse que se sente “muito orgulhoso” por ter sido escolhido para comandar a nova etapa da empresa. Tenho certeza de que poderemos ter uma empresa moderna, competitiva e profissional, disse.

Galuccio contou que ao começar sua carreira, há 20 anos, o primeiro emprego que teve foi na YPF, que na época era pública. Depois, foi para o exterior, onde permaneceu nos últimos anos. Em seu discurso, a presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, disse que Galuccio é uma espécie de “símbolo” de profissionais competentes e modernos na área de petróleo no país.

O novo gerente-geral da YPF é formado pelo Instituto Tecnológico de Buenos Aires (ITBA), um dos mais respeitados da Argentina, e assume a nova função a partir de hoje. A primeira ação dele deverá ser nomear a nova equipe de diretores da empresa.

Com mais de duas décadas de experiência, Galuccio trabalhou em multinacionais norte-americanas, asiáticas, russas e chinesas. De acordo com analistas da área, o gerente-geral se caracteriza pela visão estratégica e a experiência internacional.

A expropriação da YPF, administrada pela espanhola Repsol, gerou reações negativas e positivas na Argentina e no mundo. Em geral, os argentinos apoiaram a medida, acreditando que é a alternativa para valorizar a soberania nacional no setor de petróleo e gás. Mas os europeus e norte-americanos condenaram a ação, alegando que ela desrespeita as regras internacionais de comércio.

(Agência Brasil)


Este relatório ou artigo não representa necessariamente a opinião do site, tem como único propósito fornecer informações e no constitui ou deve ser interpretado como uma oferta ou solicitação de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro. O Bússola do Investidor nem o autor do artigo no declaram ou garantem, de forma expressa ou implícita, a integridade, confiabilidade ou exatidão de tais informações. Este artigo se baseia em informações públicas sobre cujas veracidade e qualidade não temos responsabilidade.
 
Fornecido por


Mais Lidas
Enquete
 
  
Mercados  |  Empresas  |  Corretoras  |  Calculadora de IR  |  Fórum  |  Central de Ajuda  |  Contato
Siga-nos:     


Copyright © 2007-2014 Bússola do Investidor.
Ao utilizar o site, você concorda com os Termos de Uso.
Cotações Bovespa com 15 minutos de atraso. Clique aqui para ver cotações em tempo real em todo o site.
Todas as opiniões aqui exibidas são de responsabilidade de seus próprios autores e poderão ser retiradas a qualquer momento sem aviso prévio.
Apesar de todo o cuidado na coleta dos dados apresentados, não nos responsabilizamos pela exatidão das informações contidas neste site.
 
IP-0A9AC736 10.154.199.54- 23/04/2014 07:14:50