Gráficos com Análise Técnica Grátis!  Agora o Bússola do Investidor tem gráficos Interativos com Cotações em Tempo Real.   Acesse já!

   Adicionar aos favoritos      RSS                           Novo por aqui? Cadastre-se ou faça seu login. 
 
Cadastre-se | Faça seu login | Planos
ARTIGOS

Comércio varejista de São Paulo lucra R$ 13,5 bi em março


Por Último Instante em segunda-feira, 4 de junho de 2012 - 13:12
Envie por email  Imprima  RSS Feed RSS

4 de junho de 2012 - O comércio varejista da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) faturou R$ 13,5 bilhões em março, crescimento de 5,6% em relação ao mesmo período de 2011, a 12ª alta consecutiva e o melhor resultado para o mês de março desde a série histórica, em janeiro de 2008, indicou a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV), realizada pela Federação do Comércio de Bens e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) em parceria com o e-Bit.

Segundo a assessoria técnica da Fecomercio, o resultado foi influenciado pelo contínuo incremento da renda das famílias, que subiu 6,9% na RMSP, somado à manutenção do nível de desocupação em patamares historicamente baixos tem mantido a confiança das famílias elevada, juntamente com a intenção de consumo.

De acordo com o estudo, o faturamento do comércio eletrônico subiu 23,3% no período em relação a 2011. No ano, o avanço é de 35,9%. Em seguida estão os setores de farmácias e perfumarias e lojas de móveis e decorações, com crescimento de dois dígitos e o segmento de farmácias e perfumarias, com alta no faturamento em março de 14,6%. Contudo, o setor acumula queda de 2,3% no ano.

Por sua vez, o setor de lojas de móveis e decorações acumula alta de 11,6% em março e de 8,1% em 2012.

Na outra ponta, o faturamento das lojas de departamento e das lojas de vestuário, tecidos e calçados foram o destaque negativo da pesquisa, com retração de 3,5% e 1,5% frente a março de 2011.

No ano, as lojas de departamento acumulam retração de 1,9%, enquanto as lojas de vestuário, tecidos e calçados registram impulso de 3,8%.

Projeções

Para os próximos meses, a expectativa é de que haja manutenção no crescimento do consumo, impulsionado pela oferta de crédito e pela continuidade dos níveis satisfatórios de emprego e renda.

(Redação - www.ultimoinstante.com.br)


Este relatório ou artigo não representa necessariamente a opinião do site, tem como único propósito fornecer informações e no constitui ou deve ser interpretado como uma oferta ou solicitação de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro. O Bússola do Investidor nem o autor do artigo no declaram ou garantem, de forma expressa ou implícita, a integridade, confiabilidade ou exatidão de tais informações. Este artigo se baseia em informações públicas sobre cujas veracidade e qualidade não temos responsabilidade.
 
Fornecido por


Mais Lidas
Enquete
 
  
Mercados  |  Empresas  |  Corretoras  |  Calculadora de IR  |  Fórum  |  Central de Ajuda  |  Contato
Siga-nos:     


Copyright © 2007-2014 Bússola do Investidor.
Ao utilizar o site, você concorda com os Termos de Uso.
Cotações Bovespa com 15 minutos de atraso. Clique aqui para ver cotações em tempo real em todo o site.
Todas as opiniões aqui exibidas são de responsabilidade de seus próprios autores e poderão ser retiradas a qualquer momento sem aviso prévio.
Apesar de todo o cuidado na coleta dos dados apresentados, não nos responsabilizamos pela exatidão das informações contidas neste site.
 
IP-0A9AC736 10.154.199.54- 25/07/2014 08:17:43