Gráficos com Análise Técnica Grátis!  Agora o Bússola do Investidor tem gráficos Interativos com Cotações em Tempo Real.   Acesse já!

   Adicionar aos favoritos      RSS                           Novo por aqui? Cadastre-se ou faça seu login. 
 
Cadastre-se | Faça seu login | Planos
ARTIGOS

Cenário externo pressiona Ibov para baixo pelo 3º dia


Por Último Instante em quinta-feira, 24 de maio de 2012 - 17:53
Envie por email  Imprima  RSS Feed RSS

24 de maio de 2012 - O Ibovespa repetiu o movimento da jornada anterior, reduzindo a desvalorização ao longo desta jornada. Contudo, apesar do respiro, o índice não teve forças para reverter a trajetória de baixa, encerrando a jornada desta quinta-feira em queda de 1,02% aos 54.063 pontos. Ao final dos negócios, o giro financeiro foi de R$ 7,26 bilhões.

O fraco desempenho do mercado acionário brasileiro reflete as incertezas com o agravamento da crise na zona do euro e, internamente, o crescimento da economia brasileira, explicou o analista da corretora Futura Investimentos, Alan Oliveira.

Segundo ele, as incertezas políticas despertadas após as seguidas intervenções do governo na economia afastaram os investidores estrangeiros, que veem com preocupação o fraco crescimento da economia brasileira.

Por conta deste cenário, o analista acredita que o índice deva se manter em queda nos próximos pregões, contudo a desvalorização deve ser menos intensa que a apresentada anteriormente. Entretanto, ele destaca que o mercado brasileiro segue mais pressionado que as demais praças acionárias.

O cenário externo continua pesando, e o nosso mercado está mais pesado que o internacional encerra.

Na agenda norte-americana, as novas encomendas às indústrias (Durable Good Orders) expandiram em US$ 0,3 bilhão  ou 0,2% em abril, para US$ 215,5 bilhões, informou nesta manhã o Departamento do Comércio norte-americano. O resultado ficou abaixo do estimado pelo mercado, que aguardava avanço de 0,5%.

O número de pedidos de auxílio-desemprego (initial claims) ficou em 370 mil na semana encerrada em 19 de maio, estável em relação à semana anterior. O número veio melhor do que o esperado pelo mercado, que aguardava avanço de 2 mil solicitações (previsão Forex Factory).

No Velho Continente, o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido mostrou recuo de 0,3% no primeiro trimestre de 2012, inferior ao valor previsto pelos analistas (previsão Forex Factory), de queda de 0,2%.

O índice de serviços gerais cresceu 0,1% no período, enquanto a produção recuou 0,4%. O indicador de clima de negócios na Alemanha, medido pelo Ifo Institute piorou em maio.

De acordo com o estudo divulgado nesta quinta-feira, o índice recuou de 109,9 pontos em abril para 106,9 pontos em maio. O resultado é inferior às expectativas de mercado, que aguardava 109,4 pontos (previsão Forex Factory).

O índice gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) composto, medida ampla do setor privado que combina dados manufatureiros e de serviços, da zona do euro recuou para 45,9 pontos em maio, ante 46,7 pontos em abril.

A leitura também indica baixa no setor de serviços, que caiu para 46,5 pontos no quinto mês do ano, ante 46,9 pontos em abril.

O Produto Interno Bruto (PIB) alemão aumentou no primeiro trimestre deste ano 0,5% frente ao trimestre anterior graças às exportações, anunciou nesta quinta-feira o Escritório Federal de Estatística (Destatis), que confirmou assim seus números provisórios publicados há duas semanas.

Os técnicos do Destatis destacaram que a crescente demanda por produtos alemães fez com que o crescimento recupere força após o buraco sofrido no último trimestre de 2011, quando o PIB retrocedeu 0,2%, sua primeira baixa desde a crise de 2009.

Fora da agenda econômica, o presidente da França, François Hollande, pediu nesta quinta-feira rápida mobilização dos fundos estruturais europeus para favorecer o crescimento da Grécia.

Insistimos na vontade de a Grécia ficar no euro, respeitando seus compromissos, enfatizou Hollande em entrevista coletiva ao término do Conselho Europeu informal que os chefes de Estado e de Governo dos 27 países concluíram de madrugada em Bruxelas.

Haverá uma mobilização de fundos estruturais para apoiar o fundo de crescimento grego, e dar assim confiança aos eleitores gregos no que diz respeito ao que vai acontecer depois do dia 17 de junho, destacou.

Perguntado sobre a possibilidade de o Governo resultante desse pleito não ser a favor de respeitar os compromissos adquiridos pelo país para continuar se beneficiando da ajuda da UE, Hollande assegurou que os parceiros europeus vão continuar insistindo em que as autoridades gregas respeitem suas obrigações.

Na mesma reunião, a chanceler alemã, Angela Merkel, admitiu que defende posturas divergentes das opiniões do presidente da França, porém ressaltou que o debate entre os dois foi equilibrado e diferenciado.

Merkel defendeu que, para a introdução de eurobônus, seria necessário uma coordenação econômica muito mais forte e teríamos dificuldades importantes no que se refere às possibilidades de estabelecer um acordo, se pensarmos no pacto fiscal - ante a oposição do Reino Unido em incorporar normas ao Tratado da UE.

Duas das propostas da Comissão Europeia (órgão executivo da UE) para introduzir eurobônus requereriam mudar ou emendar o tratado.

Entre as maiores altas do Ibovespa ficaram PDG Realt ON (+11,07% a R$ 3,41); Rossi Resid ON (+5,09% a R$ 5,57); Brookfield ON (+3,64% a R$ 3,70); Lojas Renner ON (+2,21% a R$ 58,20) e JBS ON (+2,10% a R$ 5,84).

Na contramão terminaram B2W Varejo ON (-6,10% a R$ 6,00); Gol PN (-5,58% a R$ 8,46); Marfrig ON (-5,11% a R$ 8,72), Santander BR Unit (-4,88% a R$ 15,80) e Usiminas ON (-4,18% a R$ 11,45).

Dentre as ações com maior peso na carteira teórica (que vigora de 7 de maio a 31 de agosto) a Vale PNA (Vale5) caiu 1,22% a R$ 36,35; a Petrobras (PETR4) teve queda de 2,55% a R$ 18,74; a OGX Petróleo ON recuou 3,48% a R$ 11,11; Itauunibanco PN (ITUB4) desvalorizou 0,49% a R$ 28,38; e PDG Realt ON subiu 10,42% a R$ 3,39.

(Rosangela Sousa - www.ultimoinstante.com.br)


Este relatório ou artigo não representa necessariamente a opinião do site, tem como único propósito fornecer informações e no constitui ou deve ser interpretado como uma oferta ou solicitação de compra ou venda de qualquer instrumento financeiro. O Bússola do Investidor nem o autor do artigo no declaram ou garantem, de forma expressa ou implícita, a integridade, confiabilidade ou exatidão de tais informações. Este artigo se baseia em informações públicas sobre cujas veracidade e qualidade não temos responsabilidade.
 
Fornecido por


Mais Lidas
Enquete
 
  
Mercados  |  Empresas  |  Corretoras  |  Calculadora de IR  |  Fórum  |  Central de Ajuda  |  Contato
Siga-nos:     


Copyright © 2007-2014 Bússola do Investidor.
Ao utilizar o site, você concorda com os Termos de Uso.
Cotações Bovespa com 15 minutos de atraso. Clique aqui para ver cotações em tempo real em todo o site.
Todas as opiniões aqui exibidas são de responsabilidade de seus próprios autores e poderão ser retiradas a qualquer momento sem aviso prévio.
Apesar de todo o cuidado na coleta dos dados apresentados, não nos responsabilizamos pela exatidão das informações contidas neste site.
 
IP-0A9AC736 10.154.199.54- 24/10/2014 22:34:37